sexta-feira, 18 de julho de 2008

UM NOVO TEMPO!



Dessa vez estou aqui para contar sobre uma experiência que tive nesse último final de semana em um retiro espiritual. Como vinha relatando aqui no blog, estava em um tempo que precisava sair da minha zona de conforto, obedecer ao “Sai” do Senhor, etc. E realmente consegui obedecer, me esvaziar do meu eu e obedecer. Fiquei sabendo que na denominação evangélica onde estou congregando iria ter um retiro espiritual chamado “Encontro com Deus”. Eu já tinha ouvido falar sobre esse Encontro, mas tinha um certo receio, pois muitos falavam mal e outros falavam bem. Eu tenho uma vida muita agitada e estava precisando de um tempo com Deus. Então vi o Encontro como a minha escapada pra ficar a sós com Deus. Então no dia 4 de julho de 2008 sai do trampo, vim pra casa e liguei pro meu líder de célula vir me buscar. Ah! Lembrei! Antes preciso contar um breve testemunho! Eu precisava de folga pra poder ir no Encontro. Eu orei a Deus e pedi pra ele tocar no coração de um rapaz lá no trampo pra trocar a folga comigo. Mas quando eu cheguei até ele, ele me disse que não poderia, pois teria que ir a uma festa de um amigo. Antes eu estava cantando espontaneamente sobre acreditar em Deus, em confiar no Seu Poder e tal... E isso não me desanimou... Comecei a cantar a seguinte canção do Diante do Trono:

Confio Em Teu Amor

Diante do Trono

Composição: Ana Paula Valadão Bessa
Mesmo quando não posso entender
Minhas lágrimas me impedem de Te ver
Teus caminhos são mais altos que os meus
Teus mistérios mais profundos do que eu

Te adoro, Senhor
Calo meu coração e me prostro
Te adoro, Senhor
No dia mau quero proclamar

Confio em Teu amor que não mudará
Nem mesmo a morte pode me separar do Teu cuidado e proteção
Mesmo quando não Te vejo sei que a Tua mão me sustenta

Não temerei más notícias
Mesmo no vale da sombra da morte, comigo Tu estás
Meu socorro bem presente na angústia
Então saiu dos meus lábios um cântico que dizia:
“Santo, Santo, Santo
Tu és Santo, Santo, Santo
Eu sei que Tu tens o melhor para mim
A Tua vontade é a melhor
A Tua vontade é a melhor”
Então comecei a procurar pessoas no meu trampo pra trocar comigo, mas ninguém podia. Então os meus colegas de trampo se reuniram para ver uma solução para o meu “problema”. Eles viram na escala que minha subgerente poderia me dar banco de horas, então fui até ela e pedi o meu banco de horas e ela me deu e como eu estaria de folga no dia 6, ficou perfeito a minha ida ao Encontro.
Bom, agora posso voltar ao Encontro né?! Rs
Cheguei ao Encontro e fui muito ministrado sobre as manifestações das obras da carne. Vi o quanto eu precisava mudar, me consertar em pequenas coisas. Percebi que as pessoas que estavam ali não eram crentes. Não ouvia brados, nem línguas, etc. Achei interessante. Cheguei no dormitório e foi terrível à noite. Os rapazes xingavam palavrão, colocavam funk pornográfico no celular pra escutar, faziam piadas indecentes, etc. A minha vontade era de me levantar e pregar ali, fazer uma exortação, mas o Espírito me impediu. Fiquei ali e quando peguei no sono, eles começaram tudo de novo... mas já era a hora de levantar. Logo na primeira ministração entrei em Peniel, e ali começou a minha transformação! Entendi em Deus que eu tinha um novo nome! Já pude ser também impactado com dois testemunhos! Um dos meninos que estavam na carnalidade de madrugada, se converteu e disse que não iria mais mentir pra conseguir mulher e uma menina que era ladra foi liberta do vício de roubar. Depois foi o momento da ministração sobre a Transformação da Alma. Wooooooooow! Essa parte me marcou profundamente! Tinham coisas que estavam incubadas na minha vida e eu nem sabia, muita malícia na minha mente, muita falta de amor! Havia em mim muitos erros, falhas, etc e eu não sabia o motivo, pude entender a origem de tudo isso no momento da ministração. Olha, fiquei desidratado! Principalmente quando o Espírito me mostrou que eu estava prejudicando a minha irmã ao colocar nela apelidos que ela não gostava. Chorei muito, pois minhas feridas foram tocadas e doíam muito. A dor no meu coração era tão forte que eu não conseguia nem falar, eu só sabia chorar, chorar e chorar. Mas comecei a liberar perdão para todas as pessoas que me feriram um dia, comecei a proclamar que eu seria diferente em casa, que eu amaria minha irmã, pois é isso que ganha a nossa família pra Cristo! No lugar do choro, foram me dado riso e paz no meu coração. Ao chegar em casa eu abracei minha irmã e pedi perdão a ela. Depois da cura veio o momento de libertação. Também fui impactado! Eu vi que em muitas áreas da minha vida eu estava sendo influenciado por demônios e eu nem sabia. Uma dessas influências era a da religiosidade imposta pela antiga denominação evangélica que fiz parte no passado. Depois dessas ministrações houve muitas que me marcaram e me ajudaram na minha caminhada rumo a Deus. Se eu for contar todas, teria que ficar aqui três dias...Rs. O mais incrível foi chegar no quarto de madrugada e ver que a maioria dos rapazes já estavam convertidos. Woooooooooooow! Isso foi tremendooooooooooooow!!! Pude entender porque o Espírito havia me impedido de me pronunciar na noite anterior... Ele sabia o que estava fazendo... Shuuuuuu! E também depois da ministração de libertação, já se podia ouvir brados de louvor!
Quero relatar sobre o último dia que tinha como tema “BATISMO NO ESPÍRITO SANTO!” Durante os dois dias eu vinha me esvaziando, refletindo sobre a minha vida, consertando o que estava errado. Tanto tempo que eu estava tentando me esvaziar e eu não conseguia, e lá no Encontro eu consegui. Antes dessa última ministração, o Pastor Edson (pastor da rede de jovens) botou a mão no meu ombro e disse: “Rodrigo, prepare-se para receber o Fogo de Deus!” Fiquei ali sentado na cadeira e o Seminarista Eric colocou a seguinte música do Adoração & Adoradores:

Fogo de Deus

Adoração e Adoradores

Composição: Versão: Massao Suguihara
Há muito mais que isto
Espírito santo sopra em nós
Há muito mais que isto
Espírito santo esperamos por ti

Enche-nos outra vez
Enche-nos outra vez

Fogo de Deus
Acende em nós
Paixão pelo teu nome
Espírito de Deus
Derrama aqui
O teu poder
O teu amor
Em nós

Vento impetuoso
Enche-nos com teu poder
Vem libertar os cativos
Queremos viver para o teu louvor
Derrama a tua glória
Derrama a tua glória

Vem acende em nós, Senhor!
Vem acende em nós, Senhor!
Vem acende em nós paixão pelo teu nome!
E enquanto ele se preparava para ministrar, eu fiquei ali no banco já adorando a Deus e fazendo espontâneos a Ele. Desde ali o Espírito começou a me envolver. Começou a ministração e o Seminarista começou a pregar sobre o Batismo no Espírito Santo. Depois da pregação a gente começou a orar! Olha, comecei a ser incendiado pelo Fogo de Deus. Um Fogo lambeu meu rosto a ponto de queimar literalmente a minha boca. Até hoje ela está queimada e eu estou usando manteiga de cacau. Vieram dois jovens e impuseram as mãos sobre mim e o peso da glória de Deus foi tão grande que tive que sentar na cadeira. Fiquei ali sem conseguir me levantar e o Espírito me disse: “Comece a caminhar em direção a Cristo!” Eu comecei a mexer minhas pernas como se eu estivesse andando, agindo profeticamente. E quanto mais eu andava, eu tinha a sensação de estar indo realmente de Encontro a Deus. E um gozo vinha muito forte em minha alma. Comecei a correr, correr, correr e veio na minha mente a Índia! Deus começou a me mostrar que queria me usar nesse país. Então comecei a gritar: “Eu vou, Senhor!” E corria, corria, corria, corria! Quando de repente o meu líder de célula agarrou em minhas mãos, pude crer que era o próprio Deus me Encontrando! Então o Espírito me levantou e eu pulava junto com o meu líder que parecia que eu estava em uma cama elástica. Então fui parando aos poucos de pular, até que o abracei e ele me largou. Eu estava embriagado do Vinho Novo. Fui cambaleando para os lados e cai. Fiquei ali sentado no chão adorando a Deus e de repente vem de novo dois rapazes e impõe as mãos sobre mim. Eu fui direto pra trás. Fiquei ali estirado no chão sem conseguir me levantar. Comecei a ver quanto tempo eu perdi com tradicionalismo, com religiosidade, longe de Deus. Comecei a chorar porque de fato eu estava com Deus ali. E disse que queria Ele pra sempre! Então vi uma árvore e entendi que aquela árvore era simbolizando a árvore que contém o fruto (pecado) que Adão e Eva comeram. Então eu disse: “Deus, eu não quero comer desse fruto! Eu abro mão desse fruto pelo Senhor! Eu troco isso pela Tua Presença!” Na mesma hora uma alegria muito forte me envolveu e eu ficava ali no chão rolando rindo de tanta alegria que estava no meu coração. Então dois rapazes novamente vieram e me levantaram e eu consegui ficar de pé. Olha, os que ainda não haviam se convertido, depois desse dia se converteram! Ninguém consegue resistir a glória de Deus. Ali se fechou um grande ciclo em minha vida! O fim de um tempo terminou e começou um novo tempo na minha vida! Ali acabou o meu deserto e se iniciou um tempo de abundante Chuva! Precisava por isso aqui! E o fato é que eu não consigo mais viver sem o meu Amado! Pude ver que eu não sabia nada, que eu não conheço ainda nada de Deus, que preciso de mais!  Meu relacionamento com minha família mudou, muitos defeitos foram consertados. Eu estou profundamente muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito mais apaixonado por Deus!  CHEGOU UM NOVO TEMPO! 
Que Deus abençoe a todos!
No amor,

Rodrigo Menezes

“Profeta”

2 comentários:

Anônimo disse...

teste

Jimmy disse...

Tremendo esse testemunho!
O encontro eh uma benção!
=D
Aconteceu comigo tbm!
kakak
O.O